spanish_lang3

¿Castellano o Español?

Por Patrícia Croci –  Professora de Espanhol | Projeto Estudar

¿Hablas español? ¿O hablas castellano?

Esta é uma pregunta recorrente a todos que começam a estudar este novo idioma. Mas, afinal, estudamos castelhano o espanhol? No queda duda: castelhano e espanhol são sinônimos. Mas então, qual é a diferença?

Vale recordar que o termo castelhano é mais antigo que o termo espanhol, e se refere ao dialeto nascido na região de Castela, na Idade Média, quando ainda não existia a Espanha, Mais tarde veio a dar origem ao termo espanhol.

Na Espanha, existem outras línguas co-oficiais em suas respectivas comunidades autônomas: o catalão, o galego, o basco (ou euskera) e o valenciano. O castelhano é o idioma do Estado espanhol, segundo a Constituição Espanhola: “1. El castellano es la lengua española oficial del Estado. Todos los españoles tienen el deber de conocerla y el derecho a usarla. 2. Las demás lenguas serán también oficiales en las respectivas comunidades autónomas”.

Mas, então, porque chamamos o idioma de español? Por uma questão histórico-política: associa-se o termo espanhol ao domínio colonial da Espanha na América e, por conseguinte, a língua dos dominadores.

Ao estudarmos o espanhol, estudamos o castelhano, respeitando e contemplando as diferenças fonéticas, léxicas e gramaticais que garantem uma riqueza à língua de Cervantes, de García Marquez e de outros tantos famosos e anônimos que a constroem diariamente.

Na prática, são iguais: o vocabulário é o mesmo, assim como a grafia das palavras e as regras gramaticais. O importante é HABLAR!

Se quiser aprender esta riquíssima língua, inscreva-se para o Curso Básico de Espanhol, oferecido pelo Projeto Estudar. Aulas todas as segundas, das 19:30 as 21:30.